10 de junho de 2009

Aluguel de bicicletas em Brasília suspenso - e tem gente comemorando

Ontem, o TCDF mandou suspender a licitação para escolha da empresa que operaria o sistema de aluguel de bicicletas aqui na capital federal. Agora vejam a reação da nossa "iluminada" imprensa, com alguns comentários meus:

A licitação de aluguel de bicicletas foi suspensa. Amém! Aluguel de bicicletas no DF parece a coisa mais ridícula que já passou por aqui, vamos combinar.

Os exemplos de Paris e São Paulo discordam.

Só queria entender: quem é que vai, em uma cidade geograficamente malvada com seus moradores, alugar uma bicicleta e sair para trabalhar para desafogar o trânsito?

A cidade é geograficamente excelente: relevo pouco acidentado, sete meses por ano de sol todo santo dia, e a baixa umidade do ar que faz com que você possa pedalar sem ficar todo suado. As "maldades" são construídas pelos habitantes daqui: as tesourinhas, as passarelas horrorosas sob o Eixão...

Alguém já parou para pensar que a maioria dos trabalhadores da cidade trabalham de terno ou roupa social? A maior parte desses funcionários “enternados” é funcionário público e jamais deixará o seu Civic para andar de bike por aí?

Existe uma grande invenção da humanidade tão velha quanto a gravata: o armário! Eu trabalho de terno e é lá (no trabalho) que os meus ficam. Gravatas podem ficar trancadas em alguma gaveta - todo servidor público que se preze tem uma. E eu não sei de onde ele tirou que "os servidores" andam de Civic. O salário com gratificações de um servidor de nível superior, com 10 anos de concurso, na carreira mais numerosa do serviço público é R$ 3.083,12.

Que os trabalhadores mais pobres da cidade mal têm dinheiro para pagar ônibus ou metrô, quem dirá para alugar um “camelo” para sair cidade afora?

Certo, mas entre o servidor do Civic (que não é nem de longe a maioria) e o faxineiro existe um mundo de gente. Além do mais, se a pessoa já tem que pagar R$ 3,00 para ir da Rodoviária até a Esplanada, por exemplo, de ônibus, ela pode pagar no aluguel da bicicleta, chegar mais rápido, e ainda fazer algum exercício.

Que nossos motoristas ainda não são educados para repeitar pedestres, tampouco ciclistas, e que correm o sério risco de aumentar o número de acidentes com eles?

Então, a cidade é dos motoristas. E quem quiser se arriscar que conte com sua própria sorte. O que vem primeiro: a eduação do motorista ou a ocupação da cidade pelos cidadãos? Acho que é mais fácil começar pela segunda opção.

Uma funcionária deste jornal, por exemplo, foi atropelada enquanto seguia a ideia do governo e usava bicicleta e ciclovia para vir trabalhar, há três semanas.


Parece que a culpa foi dela e/ou do governo, e não do motorista, que segundo o CTB tem o dever de proteger o ciclista.

2 comentários:

mariana disse...

Sou de Recife e vou passar 1 mês em BSB e gostaria de saber se consigo encontrar algum lugar para alugar bicicleta!
Obrigada

Anônimo disse...

Mariana, sou de fortaleza e tb estou indo a BSB e vou alugar uma bike. Já aluguei na loja superbike101 no sudoeste. Liga lá e fala com o Pedro. Abç Franco